plaques.jpg

A superexpressão do gene da proteína precursora do amilóide (APP) no cromossomo 21 das pessoas com Síndrome de Down (DS) tem sido associada ao aumento dos níveis de amilóide cerebral e aparecimento dos sintomas da doença de Alzheimer precocemente (Doran et al., 2017).

A Doença de Alzheimer é uma enfermidade atualmente incurável que se agrava ao longo do tempo, gerando demência ou perda de funções cognitivas (memória, orientação, atenção e linguagem), causada pela morte de células cerebrais. Como não há cura a melhor estratégia é a prevenção, que se faz pela redução do estresse oxidativo e “silenciamento” do DNA, por meio da metilação.

Saiba mais sobre este tema clicando nos links em azul ou lendo o capítulo “Nutrição e modificações epigenéticas na síndrome de Down (T21)” do Guia de Abordagem Transdisciplinar na Síndrome de Down. Faça o download gratuito aqui.

Compartilhe e acompanhe também o aTiva21 no YouTube!

Desconto de 80% no curso Online Nutrição na Síndrome de Down com o cupom aTiva21.