Apresentação

A construção de uma sociedade inclusiva exige mudanças de ideias e práticas. Com esse objetivo surgiu o Ativa21, que pretende produzir informação atualizada sobre a síndrome de Down.  O processo de inclusão no Brasil, já tem conquistas e avanços significativos. Por outro lado, ainda temos muito para construir e avançar, no sentido  da consolidação de direitos adquiridos. Esta é a intenção da aTiva 21 2018: estabelecer canais de diálogo e de disseminação da informação entre a comunidade científica e a sociedade civil organizada. Ambos os polos têm muito a aprender um com o outro.

aTiva 21 significa ativismo, protagonismo, luta por interesses e quebra de paradigmas na síndrome de Down. Instiga a busca incessante por novos conhecimentos possuindo sentindo amplo. Objetiva também o equilíbrio emocional familiar e social, incentivando a importância do autocuidado.

O aTiva possui um caráter inovador e de grande proporções , talvez de forma incalculável, pois participa da construção de conhecimento cientifico em prol do desenvolvimento e futuro com melhor qualidade de vida para as pessoas com síndrome de Down.

aTiva 21 está alinhada com os valores e princípios expressos na Convenção da ONU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, ratificada pelo Brasil com equivalência de Emenda Constitucional e efetivados na Lei Brasileira de Inclusão de Pessoas com Deficiência- LBI.

Missão: Proporcionar informação segura, eficaz e confiável de forma acessível.

Visão: Ser o portal de maior referência em termos de conteúdos no segmento da pessoa com síndrome de Down, oferecendo informações seguras e consistentes produzidas pelos profissionais mais atuantes e atualizados na questão.

Valores:

– Ética – fundamentada na disseminação de informação segura

– Igualdade – fundamentada no valor dos seres humanos

– Justiça – fundamentada na luta por direitos e pelo respeito às diferenças.

– Solidariedade –  fundamentada no respeito mútuo e na empatia

Inspiração

• Jéssica Mendes – Fotógrafa

O Olhar fotográfico de Jéssica Mendes sintetiza o talento da profissional e seu jeito de enxergar a vida. Nesse seu caminhar, reforça a ideia de que a síndrome de Down é tão somente um detalhe na gama de aspectos que a caracterizam. “A fotografia pra mim é superação e Evolução. É o que me satisfaz”, assim define Jessica Mendes, a respeito da arte que a fez garantir o seu espaço e protagonismo na sociedade. Jéssica é a primeira pessoa com síndrome de Down formada em curso superior de fotografia no Brasil, trabalha atualmente como fotógrafa na Secretaria Especial de Direitos das Pessoas com Deficiência e teve, recentemente, seu trabalho exposto na ONU, em Nova Iorque, durante a “X Conferência Sobre a Convenção Sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência”.

 

Este vídeo faz parte da websérie Geração 21, de Alex Duarte, que nos traz histórias inspiradoras de brasileiros com Trissomia do 21 protagonistas de suas próprias vidas.

 

• La Casa de Carlota

La Casa de Carlota é um estúdio de design com sedes em Barcelona, na Espanha e Medellin, na Colômbia. Da sua equipe fazem parte pessoas com Síndrome de Down, autismo e outras condições especiais que trabalham integradas com designers, estudantes de Design, ilustradores e diretores de Arte. Dispor dessa extraordinária e incomum combinação de talentos, permite que o estúdio ofereça aos seus clientes projetos inovadores e diferentes do que é visto comumente no mercado. La Casa de Carlota se transformou em uma referência no mundo não apenas em inovação criativa, mas também pelo impacto social.

Acesse o site de La Casa de Carlota.
Conheça alguns dos trabalhos produzidos por La Casa de Carlota.